Médico desmente Cimi e CPT: não há índio com mão decepada em Viana

(Foto: Lunaé Parracho/Reuters)

Uma declaração do diretor técnico do Hospital Geral, Newton Gripp, ao Jornal Hoje, desmente a informação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e da Comissão Pastoral da Terra (CPT) sobre a suposta existência de um “índio” Gamela com mão decepada após confronto com agricultores em Viana.

Segundo o médico, o “índio” em questão – que já foi atendido – teve cortes profundos em um dos braços, mas não teve suas mãos decepadas.

“Ele teve lesões profundas por arma branca nos antebraços, mas não decepou as mãos dele como havia sido divulgado”, afirmou.

A história do decepamento de membros foi espalhada por defensores dos “índios” invasores de terras em Viana a partir de uma foto de baixa qualidade, na qual aparecia uma homem na carroceria de uma caminhonete.

A versão, contudo, já havia sido desmentida ontem (1º) pelo governador Flávio Dino (reveja)

Fonte: Do blog de Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *