Pescadores de Paulino Neves declaram apoio a Manoel Ribeiro

 

O candidato a deputado estadual Manoel Ribeiro(PRB) teve uma agenda política movimentada nesta sexta-feira (7) começando na cidade de Barreirinhas, onde se reuniu com lideranças locais que apoiam seu projeto rumo ao Legislativo estadual, seguindo para Paulino Neves, onde firmou parceria com a presidente do sindicato dos pescadores da região.

Durante o encontro, o candidato conversou com a presidente Lenir Oliveira, sobre a realidade vivida pelos pescadores e os problemas enfrentados por essa categoria.

“Estamos em uma situação crítica no estado,resolvemos declarar apoio a Manoel Ribeiro devido a sua história política. Ele sempre foi um grande político, honesto. acessível e sensível às questões do povo do interior. Sempre esteve atento ao setor primário, sobretudo ao setor pesqueiro, então temos certeza que ele vai nos atender e ajudar” declarou a presidente do sindicato.

Manoel Ribeiro se comprometeu com q presidente a criar projetos que possam devolver a dignidade da classe pesqueira que é tão forte nessa região.

“Fiquei feliz em ver que o sindicato é organizado e que tem uma grande liderança. Não posso mentir e dizer que vou solucionar todos os problemas da classe,mas estou aqui para deixar o meu compromisso de que serei um deputado presente e que juntos, pensaremos em políticas públicas que possam atender a demandas desses bravos homens do mar, acredito que o primeiro passo é a subvenção do óleo diesel que é o maior custo da pesca e lutaremos por isso” disse o candidato.

De Paulo Neves o candidato seguiu para cidade de Tutóia, onde voltou a se reunir com lideranças do setor pesqueiro, ouvindo as demandas e firmando compromissos. Saindo de Tutóia Manoel Ribeiro pegou estrada rumo à Agua Doce e encerrou sua agenda do dia no município de Araiozes. O objetivo da visita a todas estas cidades é conhecer de forma mais aprofundada as necessidades de cada comunidade e definir as soluções para cada situação identificada.

“O que tenho percebido nessas andanças é que a população está sem esperança, é preciso devolver o governo para as pessoas, o nosso povo está morrendo aos poucos, sem perspectiva de vida”, concluiu Manoel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *