Morre o diretor de esportes de Arari vítima de trânsito no centro da cidade

O diretor de esportes de Arari Antônio Carvalho Pinto popularmente conhecido na cidade como Tonvá, foi atropelado por um  cidadão  identificado como Lelé da Colônia, na via pública no centro da cidade de Arari, bem próximo do seu local de trabalho. O mesmo foi encaminhado para São Luís. Tonvá como era conhecido por todos os ararienses viveu em Arari, foi bancário e logo migrou para atuar no esporte pelo poder público municipal de Arari. Prestou serviços à Estação Conhecimento e logo voltou para cuidar do esporte arariense que fazia com muita maestria.

Antônio Carvalho Pinto, tinha 57 anos  e deixa sua esposa Lila( assim conhecida) e seu filho Talles que lhe  ajudava no seu trabalho esportivo.

Tonvá, como era carinhosamente conhecido em Arari, será velado na sua residência, até por volta das 15h00 , quando será levado ao ginásio de esportes para as supostas homenagens das autoridades amigos e familiares. Em seguida seguirá para o cemitério municipal de Arari.

Antonio Carvalho Filho deixará uma lacuna impreenchível para o esporte Arariense

O Professor Maisena em uma rede social se expressou dizendo o seguinte: “Arari perde o atleta e a bola, o amante da bola e do esporte, o escravo da bola e dos desportistas, das crianças e dos jovens, dos adultos e da melhor idade, dos professores e dos alunos, dos atletas e das atletas do campo e das quadras de Arari   e das outras cidades da região do NACIONAL e das peladas de qualquer jeito. Era nosso escravo na chuva no sol ou no sereno, no Mar Del Plata ou em qualquer lugar. Tonva você foi e sempre será entre nós, o imortal do esporte deste lugar”.

O presidente da câmara municipal de Arari, Evando Piancó divulgou nota sobre o falecimento de Tonvá: “Com pesar e extrema dor que eu e os demais vereadores de Arari nos unimos ao sentimento de todos os ararienses e familiares de nosso Tonvá que faleceu hoje, em São Luís, vítima de acidente de trânsito em nosso Município, e, ao mesmo tempo  em que reconhecemos o trabalho e a dedicação de Tonvá ao esporte de Arari, que certamente nos deixa um legado e exemplo para serem seguidos e que temos toda a certeza que será lembrada nos anais da história de nossa terra como um  ser humano honrado e de incomensurável folha de serviços prestados”.  Piancó disse ainda: “É desta forma que, apesar da dor, despedimo-nos de um dos mais ilustres filhos de Arari que nos deixa para fazer companhia ao nosso Pai Celestial”.

 

3 comentários

  1. João Francisco Batalha Responder

    Homem simples, educado e correto em sua profissão. Lamento profundamente o seu súbito falecimento e envio à família enlutada votos de profundo pezar.

  2. André Carvalho Responder

    Meu tio foi atropelado pelo assassino, deixou uma família em pedaços. Esse mesmo assassino tem filho, que o filho dele não sinta a mesma dor que o filho de tonvá está sentindo agora….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *