Em Arari foi encontrado morto nas margens da ferrovia da Vale no Maranhão

O lavrador Antônio Aldino Santos, de 49 anos, foi encontrado morto na sexta-feira (1º) numa das vias da Estrada de Ferro Carajás (EFC), entre os municípios de Arari e Vitória do Mearim. A família da vítima acredita que ele tenha sido atropelado por um trem de minério.

O acidente aconteceu no Povoado Moitas, situado na zona rural de Arari e o lavrador Antônio Aldino morava no Povoado Arraial, situado na zona rural de Vitória do Mearim, a 178 km da capital. Segundo os familiares dele, Antônio estava sozinho no momento do acidente.

O corpo dele foi encontrado próximo da ferrovia, onde as pessoas são obrigadas a transitar por cima dos trilhos.

Sobre a morte do lavrador Antônio Aldino Santos, a empresa Vale informou que na noite de sexta foi encontrado um corpo sem vida na Estrada de Ferro Carajás. A Polícia Militar do Maranhão foi acionada e realizou os procedimentos necessários para a remoção. Não havia circulação de trem na linha onde o cadáver foi encontrado. G1MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *